Moira Forjaz - Wikiwand
For faster navigation, this Iframe is preloading the Wikiwand page for Moira Forjaz.

Moira Forjaz

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

Moira Forjaz
Nascimento 1942 (79 anos)
Zimbábue
Ocupação fotojornalista, cineasta, fotógrafa

Moira Forjaz (Bulawayo,1942), é uma fotógrafa do Zimbabwe. Fez parte do grupo que fundou a Associação Moçambicana de Fotografia e foi a primeira mulher a dirigir um filme no INC (Instituto Nacional de Cinema de Moçambique).

Percurso

Moira Forjaz nasceu em 1942, em Bulawayo no Zimbabwe. [1][2][3]

Estudou na África do Sul, na Escola de Artes e Desenho de Joanesburgo, onde se formou em Artes Gráficas. É lá que começa a trabalhar como fotojornalista na década de 60, colaborando com outros fotógrafos, nomeadamente D. Goldblatt e S. Hastki. [1][3][4]

Samora Machel e José Forjaz na FACIM fotografados por Moira Forjaz
Samora Machel e José Forjaz na FACIM fotografados por Moira Forjaz

Casa-se com o arquitecto José Forjaz e em 1975, vai para Moçambique, onde torna-se num dos principais nomes da fotografia moçambicana ao lado de figuras como Ricardo Rangel, Rui Assubuji, entre outros.[5] Assiste à revolução e fotografa e filma a realidade que a rodeia, tornando-se numa das fotógrafas oficiais de Samora Machel. [2] [6]

Trabalha com os realizadores José Fonseca e Costa e Rui Guerra e torna-se na primeira mulher a dirigir um filme no Instituto Nacional de Cinema de Moçambique. [7][8][9]

Na década de 80, é um dos membros fundadores a Associação de Fotografia Moçambicana. No final da década, vai para Portugal e funda em Lisboa, a galeria Moira. [10][11]

Moira Forjaz foi directora do Festival de Música Clássica de Viana do Castelo. [12] Foi também directora (2005 a 2012) do Festival Internacional de Música de Maputo. [13]

Em 2012 decidiu ir viver na Ilha de Moçambique, mantendo-se por lá até hoje. [1][2]

Obra Seleccionada

Através da fotografia e do cinema Moira Forjaz, aborda questões tanto politicas como sociais, culturais e económicas. [3][14][15]

Fotografia

1984 - Moçambique A Terra e os Homens, editado pela Associação Moçambicana de Fotografia [16]

1983 - Images of a revolution: mural art in Mozambique, textos de Albie Sachs, editado por Zimbabwe Pub. House, ISBN: 0949932485 [17]

1983 - Muipiti: ilha de Moçambique, com textos de Amélia Muge, editado pela Imprensa Nacional-Casa da Moeda [18][19]

1983 - Black Gold: The Mozambican Miner, Proletarian and Peasant, de Ruth First, editado pela St. Martin's Press [20][21]

2016 - Mozambique 1975/1985, editado por Fanele, ISBN: 9781928232179 [22][23][24]

2018 - The Islanders, editado por Jacana Media, ISBN: 9781928232681 [25][26]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Moira Forjaz

Filmografia

1980 - A Televisão nos Bairros [27]

1981 - Música, Moçambique! (assistente de realização) [28]

1981 - Mineiro moçambicano [29]

1981 - Um dia em uma aldeia comunal [29][30][31]

Prémios e Reconhecimento

A curta Um dia em uma aldeia comunal ganhou o primeiro prémio no festival de Leipzig. [30][32]

Ligações Externas

Referências

  1. a b c «Biografia - Moira Forjaz». www.kulungwana.org.mz. Consultado em 18 de janeiro de 2021 
  2. a b c «Ilhéus». Fundação Eugénio de Almeida (em inglês). Consultado em 18 de janeiro de 2021 
  3. a b c «Moira Forjaz». Art And About Africa (em inglês). Art And About Africa. Consultado em 18 de janeiro de 2021 
  4. «Moçambique 1975-1985 - Moira Forjaz». Folha de Sala - Mira Forum 
  5. Darch, Colin (15 de dezembro de 2018). Historical Dictionary of Mozambique (em inglês). [S.l.]: Rowman & Littlefield. p. 313 
  6. «Moira Forjaz». Alexandre Pomar. Consultado em 18 de janeiro de 2021 
  7. «JOSÉ LUÍS CABAÇO / Ruy Guerra no nascimento do cinema moçambicano (um depoimento)». www.lafuriaumana.it. Consultado em 18 de janeiro de 2021 
  8. A colecção colonial da cinemateca: Campo, Contracampo, fora-de-campo. Viseu: Cine Clube de Viseu. 2018. ISBN 978-989-20-8696-5 
  9. Nascimento, Frederico Lopes / Marco Oliveira / Guilherme. «Música, Moçambique!». CinePT-Cinema Portugues. Consultado em 18 de janeiro de 2021 
  10. «Moira Forjaz: depois de "Muipiti"». Alexandre Pomar. Consultado em 18 de janeiro de 2021 
  11. «Moz'Art | Moira Forjaz». Spla (em inglês). Consultado em 18 de janeiro de 2021 
  12. «Música: Maria de Medeiros, ″madrinha″ do V Festival Internacional de Viana do Castelo - JN». www.jn.pt. Consultado em 18 de janeiro de 2021 
  13. «noticias-o - ANGOP». www.angop.ao. Consultado em 18 de janeiro de 2021 
  14. «Moira Forjaz». Alexandre Pomar. Consultado em 18 de janeiro de 2021 
  15. Shiri, Keith (1992). Directory of African Film-makers and Films (em inglês). [S.l.]: Greenwood Press 
  16. Moçambique a terra e os homens. [S.l.]: Associação Moçambicana de Fotografia. 1984 
  17. Sachs, Albie, ed. (1983). Images of a revolution: mural art in Mozambique. Harare, Zimbabwe: Zimbabwe Pub. House 
  18. «Biblioteca Nacional de Portugal». catalogo.bnportugal.pt. Consultado em 18 de janeiro de 2021 
  19. Roders, Ana Pereira; Bandarin, Francesco (7 de fevereiro de 2019). Reshaping Urban Conservation: The Historic Urban Landscape Approach in Action (em inglês). [S.l.]: Springer 
  20. First, Ruth (1983.). Black gold : the Mozambican miner, proletarian and peasant /. Brighton, Sussex :: Harvester Press ;  Verifique data em: |data= (ajuda)
  21. Revista internacional de estudos africanos. [S.l.]: J.R. Dias. 1985 
  22. «Mozambique 1975/1985». www.goodreads.com. Consultado em 18 de janeiro de 2021 
  23. Leite, Pedro Pereira (27 de julho de 2017). «Moira Forjaz; Mozambique 1975/1985 (2015)». Museu AfroDigital - Estação Portugal. Consultado em 18 de janeiro de 2021 
  24. africainthephotobook (12 de julho de 2017). «Moira Forjaz; Mozambique 1975/1985 (2015)». Africa in the Photobook (em inglês). Consultado em 18 de janeiro de 2021 
  25. «The Islanders». www.goodreads.com. Consultado em 18 de janeiro de 2021 
  26. «The Islanders - Livro - WOOK». www.wook.pt. Consultado em 18 de janeiro de 2021 
  27. «::: doclisboa 2008 :::». www.doclisboa.org. Consultado em 18 de janeiro de 2021 
  28. Nascimento, Frederico Lopes / Marco Oliveira / Guilherme. «Cinema Português». CinePT-Cinema Portugues. Consultado em 18 de janeiro de 2021 
  29. a b Gallo, Fernanda. «A história moçambicana através das telas do cinema». UFMT. Revista Outras Fronteiras: 176 
  30. a b «Photo London Live: Mozambican photojournalist Moira Forjaz in conversation - Photo London». photolondon.org. Consultado em 18 de janeiro de 2021 
  31. Harrow, Kenneth W. (1999). African Cinema: Postcolonial and Feminist Readings (em inglês). [S.l.]: Africa World Press 
  32. Pomar, Alexandre. «4 PHOTOGRAPHERS FROM MOZAMBIQUE / 4 FOTÓGRAFOS DE MOÇAMBIQUE Moira Forjaz - José Cabral - Luís Basto - Filipe Branquinho (2016)» (em inglês). Consultado em 18 de janeiro de 2021 
{{bottomLinkPreText}} {{bottomLinkText}}
Moira Forjaz
Listen to this article