Torneio de Verão de Ciclismo - Wikiwand
For faster navigation, this Iframe is preloading the Wikiwand page for Torneio de Verão de Ciclismo.

Torneio de Verão de Ciclismo

Torneio de Verão de Ciclismo
Região Baixada Santista, Brasil
Data Fevereiro
Tipo Prova por etapas
História
Primeira Edição 1987
Número de Edições 28
Primeiro Vencedor Brasil Cássio Freitas
Mais Vitórias Brasil Wanderley Magalhães (5 vezes)
Último Vencedor Brasil Rodrigo Araújo de Melo

O Torneio de Verão de Ciclismo é uma competição ciclística profissional de estrada por etapas disputada anualmente durante o mês de fevereiro na Baixada Santista, São Paulo, Brasil. É um dos mais tradicionais eventos de abertura do calendário brasileiro de ciclismo. A prova existe tanto para a elite masculina como a feminina do ciclismo nacional, além das categorias juniores e masters. É considerada uma prova para velocistas, sendo formada por etapas curtas e planas e tendo sua classificação geral definida por pontos e não por tempo, como na maioria das provas de etapas do ciclismo de estrada.

História

A primeira edição da prova foi disputada em 1987. A competição, inicialmente, era disputada por tempo, e a disputa por pontos somente foi estabelecida após algumas edições. O primeiro vencedor da prova foi Cássio Freitas.[1][2] No ano seguinte, Wanderley Magalhães iniciou uma dominante época, conquistando o pentacampeonato entre 1988 e 1992, o que ainda hoje o coloca como maior vencedor da história da competição.[3][4] Seu irmão, Tonny Magalhães, também venceu a prova em 1994.[5] Entre 1996 e 1998, Hernandes Quadri Júnior se sagrou tricampeão da corrida.[6]

Desde a mudança do regulamento que estabeleceu a competição por pontos, a única exceção ao sistema da classificação geral da prova ocorreu em 2004, no 18º Torneio de Verão, quando, assim como nas primeiras edições, o campeão geral foi o ciclista com menor tempo na soma de todas as etapas.[7] A prova teve um contra-relógio individual de 12 quilômetros, que foi decisivo para a vitória geral de Luiz Carlos Amorim. O então campeão brasileiro de contra-relógio ganhou a etapa e tomou a liderança da prova com uma vantagem de 4 segundos para Marcos Novello. Na última etapa, não houve diferença de tempo entre os dois e Amorim garantiu a vitória geral com o tempo de 9h 37' 19".[8] No ano seguinte, a disputa voltou a ser por pontos.[9]

Em 2014, a prova chegou à sua 28ª edição. Atualmente, o Torneio de Verão recebe no calendário nacional da CBC a categoria 2, das provas por etapa nacionais, sendo portanto uma das provas que mais dá pontos para o ranking nacional, estando atrás somente das provas por etapa internacionais e do Campeonato Brasileiro de Ciclismo de Estrada. Além da categoria elite masculino, o evento é válido para o ranking nacional nas categorias elite feminino e juniores.

Regulamento

O evento é normalmente composto por 5 etapas - embora, em 2013 e 2014, tenham sido disputadas apenas 4 etapas - na Baixada Santista, disputadas no estilo das provas de critérios. São pequenos circuitos, normalmente em torno de 3 quilômetros, dentro das cidades que sediam as etapas. Na edição de 2014 da prova, a duração de cada etapa para a categoria elite masculino era de 90 minutos mais 2 voltas. As etapas normalmente são planas, o que significa que na maioria das vezes a chegada é de um pelotão compacto, e a vitória é decidida no sprint. Por isso, o topo das classificações é normalmente dominado pelos velocistas. Durante a prova, o líder da classificação geral veste a camisa amarela de líder. Já na elite feminina, a cor da camisa de líder é rosa.

Diferentemente da maioria das outras provas por etapas do ciclismo de estrada, a classificação geral do Torneio de Verão não é decidida pela soma dos tempos de cada etapa, mas sim pelos pontos que os ciclistas conquistam sendo os primeiros colocados no final de cada etapa. Quem conquistar mais pontos na soma de todas as etapas é o campeão da prova. A pontuação em cada etapa é distribuída da seguinte forma:

Colocação Pontuação
12
10
8
7
6
5
4
3
2
10º 1

Caso dois ou mais ciclistas terminem o evento com a mesma pontuação, o critério de desempate utilizado é a melhor classificação na última etapa da prova. Entretanto, caso nenhum deles esteja entre os cinco primeiros colocados da etapa, será considerada a classificação na etapa anterior e assim sucessivamente.

Vencedores

Ano Vencedor Segundo lugar Terceiro lugar
1987 Brasil Cássio Freitas
1988 Brasil Wanderley Magalhães
1989 Brasil Wanderley Magalhães
1990 Brasil Wanderley Magalhães
1991 Brasil Wanderley Magalhães
1992 Brasil Wanderley Magalhães
1993
1994 Brasil Tonny Magalhães
1995
1996 Brasil Hernandes Quadri Júnior
1997 Brasil Hernandes Quadri Júnior
1998 Brasil Hernandes Quadri Júnior
1999 Brasil Murilo Fischer Brasil Daniel Rogelin
2000 Brasil Luciano Pagliarini Brasil Daniel Rogelin
2001 Brasil Murilo Fischer Brasil Daniel Rogelin Brasil Antônio Nascimento
2002 Brasil Antônio Nascimento Brasil Daniel Rogelin Brasil Rodrigo de Mello Brito
2003 Brasil Antônio Nascimento Brasil Rodrigo de Mello Brito Brasil Jean Coloca
2004 Brasil Luiz Carlos Amorim Brasil Marcos Novello Brasil Breno Sidoti
2005 Uruguai Leonardo Márquez Uruguai Héctor Figueras Brasil Rodrigo de Mello Brito
2006 Brasil Roberson Figueiredo Brasil Jean Coloca Brasil Fabiele Mota
2007 Brasil Nilceu dos Santos Brasil Armando Camargo Brasil Daniel Rogelin
2008 Brasil Daniel Rogelin Brasil Bruno Tabanez Brasil Nilceu dos Santos
2009 Brasil Nilceu dos Santos Brasil Bruno Tabanez Brasil Carlos França
2010 Brasil Kléber Ramos Brasil Rodrigo Araújo de Melo Brasil Fabiele Mota
2011 Uruguai Héctor Figueras Brasil Nilceu dos Santos Brasil Glauber Nascimento
2012 Argentina Francisco Chamorro Brasil Nilceu dos Santos Brasil Glauber Nascimento
2013 Brasil Kléber Ramos Brasil João Marcelo Gaspar Cuba Michel Fernández García
2014 Brasil Rodrigo Araújo de Melo Cuba Michel Fernández García Brasil Armando Camargo

Vitórias de Etapa

Desde 2001, 31 ciclistas alcançaram vitórias de etapa no Torneio de Verão de Ciclismo, e 14 deles o fizeram mais de uma vez. O maior vencedor de etapas nesse período é Nilceu dos Santos, com 8 vitórias:

Nome Vitórias
Brasil Nilceu dos Santos 8
Brasil Rodrigo de Mello Brito 7
Brasil Murilo Fischer 4
Brasil Antônio Nascimento 3
Brasil Bruno Tabanez 3
Brasil Fabiele Mota 3
Argentina Francisco Chamorro 3
Uruguai Héctor Figueras 3
Brasil Jean Coloca 3
Cuba Michel Fernández García 3
Brasil André Grizante 2
Brasil Kléber Ramos 2
Brasil Cristian Egídio 2
Brasil Rodrigo Araújo de Melo 2

Em somente uma edição da prova, desde 2001, o maior número de vitórias de etapa é 4, alcançado duas vezes: por Murilo Fischer, em 2001, edição na qual foi o campeão geral, e por Rodrigo de Mello Brito, em 2003, que foi o vice-campeão dessa edição da prova.

Referências

  1. datarociclismo.tripod.com. «Currículo Cassio Paiva» 
  2. Ciclismo PRO. «Vem aí o 27º Torneio de Verão de Ciclismo». Consultado em 7 de julho de 2013 
  3. ss.esp.br. «Ciclismo brasileiro perde Wanderley Magalhães». Consultado em 13 de dezembro de 2012 
  4. parana-online.com.br. «Torneio de Verão" é o "pé coelho"». Consultado em 13 de dezembro de 2012 
  5. inema.com.br. «Torneio vai reunir ciclistas de 16 estados». Consultado em 15 de dezembro de 2012 
  6. radiogol.com.br. «Ciclismo: Nilceu Santos fatura o Torneio de Verão». Consultado em 12 de dezembro de 2012 
  7. 360graus.terra.com.br. «Torneio de Verão de Ciclismo atravessará 5 municípios na Baixada Santista». Consultado em 13 de dezembro de 2012 
  8. 360graus.terra.com.br. «Prova de contra-relógio define vencedores do Torneio de Verão de Ciclismo». Consultado em 13 de dezembro de 2012 
  9. esporte.uol.com.br. «Morcegão vence primeira etapa do Torneio de Verão de ciclismo». Consultado em 7 de julho de 2013 

Ligações externas

{{bottomLinkPreText}} {{bottomLinkText}}
Torneio de Verão de Ciclismo
Listen to this article